Matrícula de novos alunos na rede estadual na Capital será de 02 a 31 de janeiro

305

A matrícula para novos alunos oriundos da rede privada e de outros estados começa na próxima quarta-feira, dia 2, e segue até o próximo dia 31 de janeiro, nas escolas públicas estaduais, em Fortaleza. Para as escolas do interior, cada Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) dispõe de um cronograma específico. A maioria das unidades de ensino também dará início no próximo mês. Os pais e responsáveis devem levar a cópia da certidão de nascimento e transferência ou declaração de escolaridade, além de uma pasta escolar e duas fotos 3×4.

A ausência de qualquer um desses documentos, no entanto, não impedirá o atendimento. É recomendável que o aluno do Ensino Médio apresente também os documentos de Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF).

O processo de matrícula é composto de três etapas. Começa com a confirmação dos alunos veteranos por parte de pais e responsáveis ou do próprio estudante sobre a sua permanência na escola. Na segunda, acontece o remanejamento interno (direcionado aos alunos da rede estadual) e externo (para alunos da rede municipal que serão recebidos nas escolas estaduais). As duas etapas acontecem numa parceria entre as Secretarias de Educação dos Municípios e do Estado do Ceará. A terceira etapa é destinada aos alunos novatos, em geral, oriundos da rede particular, de outro estado e estudantes que abandonaram a escola e desejam retomar os estudos.

Nesta etapa, os interessados deverão procurar a unidade de ensino mais próxima de sua residência para efetivar a matrícula. Caso o limite de vagas já tenha sido preenchido, o aluno será matriculado em outro estabelecimento de ensino da rede estadual na mesma região.

A matrícula é uma atividade que acontece na escola, marcando o início da organização do processo de ensino e aprendizagem que vai ser desenvolvido durante o ano letivo na rede pública. Esta articulação, além de fortalecer a parceria entre os dois entes federados, visa agilizar o processo, facilitando o atendimento à população. A Secretaria da Educação (Seduc) ressalta que o importante é assegurar o ingresso de todos na escola.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Divulgação