Imagens mostram agressões de marido a advogada que caiu do 4º andar de prédio

292
Câmeras registraram agressões do marido a advogada Tatiane Spitzner no elevador do prédio (Foto: Câmeras de segurança)

Crime aconteceu em Guarapuava, em 22 de julho; marido está preso suspeito de feminicídio.

Imagens de câmeras de segurança do prédio mostram agressões do marido suspeito pela morte da advogada Tatiane Spitzner, que caiu do quarto andar de um prédio em Guarapuava.

Luis Felipe Manvailer foi preso suspeito de feminicídio. A defesa dele afirma que aguarda o resultado de exames periciais e que qualquer posicionamento sobre o caso trata de “hipóteses especulativas, baseadas em fragmentos que destoam de comprovação técnica científica”.

As câmeras de segurança do prédio onde o casal morava registraram momentos antes da queda da advogada. Os dois chegam ao local de carro. Segundo a polícia, ainda dentro do veículo, o marido comete agressões contra ela.

Ainda conforme a polícia, ele retira Tatiane do carro, ainda sob agressões. O casal entra no prédio. A advogada entra correndo no elevador para, segundo a polícia, tentar fugir.

Autor: Da redação com Malu Mazza, James Alberti, Letícia Paris, Erick Gimenes e Bibiana Dionísio, RPC Curitiba, Fantástico e G1 PR/ Foto: Câmeras de segurança