Governo do MA, Prefeitura e Unicef fortalecem parceria por redução de desigualdades sociais

235

“Esta é uma ação pioneira entre as oito cidades que participam da Plataforma dos Centros Urbanos. É a primeira vez que as duas esferas de governo atuam com o objetivo de atender demandas da Plataforma que tem como objetivo reduzir as desigualdades sociais”, disse Eliana Almeida, coordenadora do Unicef no Maranhão. A Plataforma dos Centros Urbanos atua em oito capitais do país com o objetivo de enfrentar as desigualdades existentes nos centros urbanos.

Governo do MA

Nesta sexta-feira (21), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apresentou ao governador Flávio Dino e a secretários municipais de São Luís, o resultado do primeiro ciclo da Plataforma na capital. Na ocasião, Flávio anunciou a participação do Governo do Estado na segunda etapa da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) com o fortalecimento de programas de combate à violência entre crianças, adolescentes e jovens no Maranhão.

O Executivo Estadual atuará em parceria com a Prefeitura de São Luís e Unicef, inicialmente nos 7 bairros da capital que apresentam as maiores demandas relacionadas às taxas elevadas de mortalidade neonatal, homicídios entre adolescentes e distorção idade-série. “O trabalho deve partir dos indicadores apresentados. Reconhecemos que os problemas existem, eles são reais. Estamos trabalhando todos os dias para mudar esse cenário de tantas desigualdades em nosso estado”, disse o governador Flávio Dino.

O enfrentamento dos indicadores de violência na capital e o fortalecimento do trabalho desenvolvido pela Prefeitura de São Luís e Unicef   norteiam a atuação do Governo do Estado neste projeto. “Fortalecendo a Plataforma dos Centros Urbanos, fortalecemos as políticas públicas que já atuam na melhoria dos indicadores sociais”, afirmou Francisco Gonçalves, secretário estadual de Direitos Humanos e Participação Popular.

A Plataforma dos Centros Urbanos é uma contribuição da Unicef em parceria com prefeituras municipais e governos estaduais que busca garantir melhor acesso à educação, saúde, proteção e oportunidades de participação. O PCU atua nas cidades de Belém, Fortaleza, Maceió, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo. O Maranhão é o primeiro estado a anunciar a parceria entre as duas esferas de governo na Plataforma dos Centros Urbanos.

Participaram da reunião os secretários estaduais Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular), Neto Evangelista (Desenvolvimento Social), Laurinda Pinto (Mulher), os secretários municipais, Lula Filho (Governo), Andreia Lauande(Criança e Assistência Social), Geraldo Castro (Educação), Helena Duailibe (Saúde), representantes da Unicef e do Instituto Paulo Montenegro.

Autor: Ascom/Governo/ Foto: Karlos Geromy