Governo coloca Força Nacional de prontidão para atuar em presídios após protesto de agentes

51

Medida envolve envio, se necessário, de 75 homens para Catanduvas e Campo Grande.

A Força Nacional de Segurança Pública foi colocada de prontidão para agir nos presídios federais de segurança máxima do país. O deslocamento da tropa poderá ser ordenado caso a mobilização de agentes penitenciários federais, que decidiram entregar cargos de chefia e não fazer escoltas em dias de folga como protesto por melhores condições de trabalho, coloque o sistema prisional em situação vulnerável. As quatro prisões administradas pela União abrigam detentos de alta periculosidade, como líderes de facções criminosas e integrantes de milícias.

Ordens de serviço expedidas na tarde de sexta-feira pelo Comando do Batalhão de Pronta Resposta da Força Nacional, obtidas pelo GLOBO, regulam a ida de 75 homens aos presídios federais de Catanduvas (PR) e Campo Grande (MS). As outras duas unidades ficam em Mossoró (RN) e Porto Velho (RO).

Autor; Da redação com Renata Mariz/Foto: Marizilda Cruppe/Agência O Globo.