Governador certifica unidades de saúde em evento em defesa do SUS

210

Na ocasião, 147 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de 88 municípios cearenses receberam o Selo Bronze do QualificaAPSUS Ceará, pela qualidade dos serviços prestados à população

O governador Camilo Santana participou, nesta quarta-feira (13/06), da abertura do 1º Encontro Nordeste Saúde da Família (Enesf), no Centro de Eventos do Ceará. Reunindo mais de cinco mil pessoas, entre estudantes, pesquisadores e profissionais da Saúde, o encontro ocorrerá até a próxima sexta-feira (15), e traz como tema a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), que completa 30 anos em 2018, e da Estratégia Saúde da Família, implantada há 25 anos.

Camilo destacou a relevância de unir forças no Estado para defender o SUS, diante do momento de crise enfrentado pelo País, e com o mesmo empenho estimular os profissionais da saúde a cada vez mais aprimorar o trabalho ofertado para a população cearense.

 

“O Programa Saúde da Família e os agentes de saúde são um orgulho para todos nós, cearenses, que somos pioneiros neste projeto. Ele fortalece o Sistema Único de Saúde. Esse evento comemora o SUS e vem para fortalecer e defender o sistema, num momento em que o governo federal limitou gastos através de PEC na Saúde, uma área que é demandada todos os dias pela população brasileira. Hoje, mais de 80% do Ceará utiliza os serviços do SUS como atendimento, então é preciso destacar a sua importância”, afirmou.

A abertura do evento foi marcada pela entrega dos selos bronze do Projeto de Qualificação da Atenção Primária à Saúde – QualificaAPSUS Ceará para 147 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de 88 municípios cearenses. O governador entregou cada selo aos representantes da UBS e parabenizou os esforços dos agentes comunitários.

“Esse também é momento de premiar os municípios pelo trabalho realizado nas Unidades Básicas de Saúde. A Secretaria (da Saúde) lança desde 2016 a certificação, onde se monitora e se avaliam os atendimentos. Aqui, 147 unidades serão premiadas como uma forma de estimular, para que o SUS possa cada vez mais oferecer um trabalho de qualidade com o trabalho fundamental de atenção primária à saúde das famílias, acompanhando a população com prevenção, de casa em casa”, complementou o governador.

Durante a solenidade, o chefe do Executivo ainda foi homenageado com a entrega do “Selo 25 anos ESP/CE”, em reconhecimento ao trabalho do chefe do Executivo voltado às questões da rede estadual. O secretário da Saúde, Henrique Javi, também recebeu a condecoração.

Reconhecimento de qualidade

Lançado pela Sesa no início de 2016, o Selo Bronze faz parte do QualificaAPSUS Ceará. O projeto estabelece padrões de qualidade comuns para a Atenção Primária com consequente certificação das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Recebem o Selo Bronze de Qualidade 2018 aquelas unidades de saúde que alcançaram os itens que visam garantir a segurança do cidadão e da equipe de trabalho. Em 2018, foi lançado o 1º Chamamento Público para Avaliação do Selo Bronze de Qualidade, no qual se inscreveram 207 Equipes de Saúde da Família, vinculadas a 170 Unidades Básicas de Saúde, em 99 municípios cearenses.

Segundo a Sesa, a certificação das Unidades Básicas de Saúde atesta o processo de fortalecimento da Atenção Primária nos municípios, possibilitando seu reconhecimento social perante o Estado, além de incentivar as equipes a criar um padrão de qualidade da Atenção Primária, que garanta um acesso qualificado, efetivo e resolutivo.

“Esse é um trabalho de pactuação entre Estado e municípios para desenvolver ações sólidas dentro da Saúde do Ceará. Defendemos o Sistema Único de Saúde com muita prática, mostrando resultados e o reconhecimento pelo compromisso de cada um dos envolvidos nas Unidades Básicas de Saúde”, expôs o secretário Henrique Javi.

Profissionais empenhados

Para a enfermeira Germana Soares, da UBS Guiomar Pessoa Câmara, em Maranguape, a palavra que guia a luta dos profissionais da Saúde é “resistência”. Ela acredita que, com a união das forças dos agentes e o apoio sempre presente do Governo do Ceará, o SUS se manterá sempre vivo e pronto a atender a quem precisa.

“Em eventos assim nós nos sentimos valorizados. Vemos que os gestores estão sensibilizados com a nossa causa e o nosso trabalho diário. Aqui queremos socializar para unir vozes em defesa do SUS. O SUS não pode acabar. Tem que ser implementado, melhorado e fiscalizado corretamente”, disse Germana, que recebeu junto a colegas do município um dos Selo Bronze da cerimônia.

Diretor do Hospital Municipal de Umirim, Océlio Pinheiro defende que só a integração das redes de saúde pública podem melhorar a vida do povo mais necessitado e realizar da forma mais completa a cobertura de atendimento em todo o Estado.

“Hoje o nosso município está ganhando o selo. Isso é muito importante para reconhecer a excelência com a qual os nossos profissionais estão trabalhando. Vemos com enorme felicidade o apoio do Governo. Só assim iremos avançar para uma sociedade mais justa e com mais saúde para a população”.

Agentes

O Ceará foi o pioneiro no Brasil na experiência dos agentes comunitários de saúde. A atividade foi criada em 1987 com foco na redução da mortalidade infantil no Estado, que girava em torno de 110 por mil nascidos vivos e caiu a 12 por mil nascidos vivos em 2015. Os agentes de saúde incorporaram diversas outras funções e foram integrados às equipes de saúde da família, na atenção primária de saúde prestada pelos municípios. Hoje o Ceará tem 14.788 agentes comunitários de saúde e 2.458 equipes de saúde da família implantadas.

1º Encontro Nordeste Saúde da Família (Enesf)

A iniciativa é uma realização de Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Conselho Estadual de Saúde (Cesau), com o apoio de entidades e universidades.

Autor: Da redação com Ascom/Fotos: Davi Pinheiro