Fortaleza recebe 7º Centro Cearense de Idiomas do Estado; unidade é a 3ª da Capital.

37

O equipamento foi inaugurado no North Shopping Jóquei nesta quinta-feira, 14, pelo governador Camilo Santana. Ao todo, doze centros atuarão na formação de mais de 9.400 jovens cearenses em inglês e espanhol

Com capacidade para cerca de 600 alunos, o Centro Cearense de Idiomas (CCI) do North Shopping Jóquei foi inaugurado pelo Governo do Ceará nesta quinta-feira, 14. A unidade é a terceira de Fortaleza e a sétima do Estado a ter as atividades iniciadas. Outros cinco equipamentos estão previstos para funcionar ainda neste ano. Oferencendo cursos gratuitos de inglês e espanhol para estudantes do Ensino Médio da rede estadual, os CCIs serão espalhados por todas as regiões cearenses.

A abertura da unidade do bairro Jóquei foi realizada pelo governador Camilo Santana e pelo secretário da Educação, Rogers Mendes. De acordo com o chefe do Executivo, a ampliação do ensino para línguas estrangeiras, uma extensão da educação regular, vai possibilitar novas experiências para os jovens cearenses. “O mundo se globalizou. Todos estamos conectados. As línguas inglês e espanhol são universais e abrem novas oportunidades”, afirmou. Camilo Santana também projetou novos rumos para os equipamentos. “Futuramente, outros idiomas poderão ser ensinados, como o francês”, acrescentou.

Titular da Seduc, Rogers Mendes avalia a implantação da unidade no shopping como uma “garantia da participação efetiva dos alunos em espaços de integração”. “O projeto do CCI faz parte do leque de atividades que a secretaria propõe para além da sala de aula. É um passaporte para a cidadania e para o mercado de trabalho”, define.

Além do Jóquei, a unidade contempla estudantes dos bairros Antônio Bezerra, Quintino Cunha, Henrique Jorge, Pici e Parquelândia, todos integrantes da Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) 1.

Ensino ampliado

A instalação de um Centro Cearense de Idiomas no bairro Jóquei, relata Camila Alcântara, coordenadora da unidade, vai atender a uma demanda de ensino de línguas na região. “Esta área é afastada do Centro, onde existem muitos cursos. Aqui, no Jóquei, a unidade vai abraçar os jovens dessa região”, analisa.

De acordo com Camila, a seleção dos alunos é fruto de diálogo entre a organização do equipamento e as escolas da rede pública estadual. “Os nossos alunos foram selecionados por critérios pré-estabelecidos pelo CCI e acatados pelas escolas estaduais. Além dos 600 alunos, temos uma turma de sete professores, agregando mais conhecimento”, continua. Entre os requisitos, a gestora pontua, estão o desempenho em sala de aula e a assiduidade do aluno. “Queremos que eles frequentem o curso, que iniciem essa caminhada, e que terminem conosco. A gente não pensa na desistência”, defende.

E quem garantiu a permanência no curso, que tem duração de três anos, distribuídos em seis semestres de aulas, foi a estudante Joana D’arc. A aluna de 15 anos mira no futuro: quer ser médica. Matriculada no curso de inglês, Joana já estudava a língua na Escola de Educação Profissional, mas quer ir além. “Quero entender mais. E o curso pode me proporcionar um melhor entendimento da língua. E, dessa forma, me encaixar melhor no mercado de trabalho”, diz.

Doze centros pelo Ceará

O CCI do Shopping Jóquei é o sétimo dos doze centros que serão espalhados pelo Estado neste ano. Além de Fortaleza, os municípios de Crateús, Caucaia, Juazeiro do Norte e Itapipoca já têm unidades em funcionamento. Outros dois Centros de Idiomas serão inaugurados, em breve, nos municípios de Maracanaú e Iguatu.

Na Capital, o equipamento está em atividade nos shoppings Benfica e Via Sul – com capacidade para atender 900 e 600 alunos, respectivamente. Os shoppings RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy também sediarão unidades de ensino de línguas estrangeiras. O investimento total é da ordem de R$ 5 milhões.

Ao todo, contando com as instalações do Interior, mais de 9.400 jovens matriculados na rede pública estadual serão contemplados – cada escola tem um número de vagas disponível para os estudantes.

As aulas

As turmas são distribuídas de segunda a quinta-feira, nos turnos manhã, tarde e noite, das 10h às 21 horas em shoppings; e das 8h às 21h15 nos outros espaços. A formação completa vai ampliar o desenvolvimento da língua escolhida em quatro habilidades: ler, escrever, falar e ouvir. A certificação poderá ser feita por módulo ou pela formação completa.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Tiago Stille