Erika Amorim participa de Simpósio Internacional

73

A primeira-dama de Caucaia Erika Amorim participou nesta terça-feira (7/11) do VII Simpósio Internacional de Desenvolvimento da Primeira Infância, iniciativa do Núcleo Ciência Pela Infância (NCPI). Com o tema “Práticas efetivas para uma política integrada”, o evento aconteceu no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, e teve como objetivo promover debates sobre a contribuição das políticas públicas para o desenvolvimento das crianças. É a segunda vez que o evento ocorre no Nordeste.

À frente da mobilização para Caucaia reconquistar o Selo Unicef, Erika Amorim diz que momentos de discussão, reflexão e troca de experiências, como o Simpósio do NPCI, são o caminho certo para alinhar políticas e promover mudanças significativas. A certificação do Fundo das Nações Unidas para a Infância reconhece gestões que melhoram indicadores sociais de crianças e adolescentes.

“Estamos despertando para um momento muito importante. Encontros como esse são ricos e nos incentivam a desenvolver um novo olhar sobre a Primeira Infância”, enfatiza a primeira-dama, também secretária municipal de Governo e Articulação Política.

A vice-governadora do Estado, professora Izolda Cela, pontuou a necessidade urgente de práticas mais eficazes de atuação na Primeira Infância. Ela alerta que perder tempo hoje causará prejuízos futuros. “Temos que agir agora. Assim construiremos um futuro melhor em todos os campos. Hoje não podemos ficar em posição de poder sem exercer atitudes eficazes para as crianças”, comenta.

O VII Simpósio Internacional de Desenvolvimento da Primeira Infância contou com diversas palestras que trouxeram temas como a criança como valor para a sociedade, políticas em que o indivíduo vem em primeiro lugar e liderança em prol das coletividades.

MAIS TRABALHO PELA INFÂNCIA

No início de novembro, Erika Amorim esteve reunida com o coordenador do Selo Unicef para o Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí, Rui Aguiar. No encontro, foram discutidos os indicadores sociais de Caucaia e o que o município deve fazer para reconquistar a certificação da organização, perdida há oito anos. Caucaia foi o primeiro município a buscar orientações formais no gabinete do coordenador, que também esteve presente no Simpósio.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Divulgação