Entre Caucaia e Fortaleza: Mais de 4.000 ações executadas na operação Fronteiras

222

Mil e duzentos e oitenta e cinco residências localizadas em área limítrofe entre Caucaia e Fortaleza receberam visitas de agentes de endemias durante a 16ª Operação Fronteiras, de combate e prevenção ao Aedes aegypti, realizada entre 1º e 5 de julho.

Técnicos das prefeituras das duas cidades participaram da ação, que se consolida como estratégia indispensável no controle das arboviroses (dengue, zika e chikungunya) nessas regiões. Elas concentram mais de 17.000 habitantes em 12 bairros.

A operação resultou em 466 imóveis inspecionados, 901 imóveis tratados, 628 visitas domiciliares de Educação em Saúde, 825 imóveis desratizados e cinco estabelecimentos borrifados. Foram realizadas, portanto, mais de 4.000 ações em uma semana de trabalhos.

A iniciativa contou com parceria do Metrofor na operacionalidade da limpeza de resíduos além de ações revitalizadoras e sustentáveis reconstruindo ambientes com a participação da população.

Os núcleos de Educação em Saúde e Mobilização Social das duas cidades animaram o VLT do Metrofor com temática abordando cuidados para evitar a proliferação do mosquito.

“Essa edição celebra a forte integração entre Fortaleza e Caucaia e a necessária ação consorciada com largos desafios em buscar a mudança do ambiente e, consequentemente, a mudança de hábitos. Desta forma, a operação Fronteiras se reflete no controle das doenças de transmissão vetorial”, sintetiza o coordenador de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Caucaia, Francisco Pires Souza.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom