Em reunião da Aprece com deputados federais da bancada cearense Zé Helder defende causas municipalistas

32

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), participou nesta segunda-feira, (11/03), de reunião promovida pela Aprece – Associação dos Municípios do Ceará, que tem como presidente o prefeito de Cedro, Dr. Nilson Diniz, com deputados federais da bancada cearense, que tem como líder o deputado Domingos Neto (PSD).

Zé Helder declarou que Domingos Neto tem sido muito articulador e que está alinhado com as causas municipalistas, sendo a reunião de elevada importância para a apresentação das demandas elencadas pelos membros da aprece.

Essa reunião foi uma sinalização das pautas que serão levadas à Marcha dos Prefeitos, em abril, tratando mais diretamente de leilão do excedente de petróleo da cessão onerosa da Petrobrás entre a União, estados e municípios. Essa divisão estava prevista, segundo Zé Helder, desde setembro do ano passado e o objetivo é melhorar as receitas financeiras municipais.

Zé Helder foi o primeiro prefeito convidado a falar no encontro e pontuou a importância dos recursos da cessão onerosa, cobrou atenção para correção de recursos do Fundeb –  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, que segundo declarou, não dá mais para fazer investimentos na educação com o dinheiro repassado, pois não sobra, e que esse dinheiro do fundo mal cobre a folha de pagamento dos servidores beneficiados. “Para 2020 haverá uma reformulação no Fundeb e a gente pede que as autoridades atentem para a necessidade dessas correções e não botem em risco o magistério que é uma categoria que merece reconhecimento e esses profissionais só serão reconhecidos se os municípios tiveram condições de bancar o básico necessário”, disse.

Outra pauta posta na reunião por Zé Helder foi com relação ao pagamento de precatórios que tem comprometido recursos financeiros dos municípios devedores que estão obrigados a fecharem essa conta até 2024. Ele também defendeu mais recursos para financiar a saúde.

Zé Helder citou que há uma crise que afeta todo o país, que é hora de união e que observada que os prefeitos estão fortalecendo as causas municipalistas e espera que haja por parte do governo federal atenção para essas pautas que tem impactos diretos na vida dos cidadãos.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Divulgação