ELO AMIGO ASSESSORA GRUPOS PRODUTIVOS APOIADOS PELO PROJETO SÃO JOSÉ III

230

O Instituto Elo Amigo ganhou processo licitatório para assessorar tecnicamente 16 associações de produtores/as rurais beneficiárias do Projeto São José III, no Centro Sul, Vale do Salgado e Cariri.

O Elo Amigo, entidade parceira da FETRAECE, Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará, tem o intuito de apoiar a dinamização econômica destes agricultores/as familiares no meio rural através da assessoria técnica qualificada.

Os grupos assessorados, compreendem sistemas produtivos tais como apicultura, bovinocultura leiteira, ovinocaprinocultura, fruticultura e extrativismo. Os municípios beneficiados são: Altaneira; Barbalha; Barro; Cariús; Crato; Icó; Mauriti; Missão Velha; e Várzea Alegre.

O Projeto São José III é uma iniciativa do Governo Estadual do Ceará que através da SDA Secretaria de Desenvolvimento Agrário, em parceria com Banco Mundial vem apoiando projetos produtivos em todo o Estado.

Segundo o Articulador Institucional do Instituto Elo Amigo, Chrístian Arruda, O projeto São José III, configura-se em uma estratégia de Desenvolvimento Produtivo Rural focado na Agricultura Familiar, sem precedentes no Estado do Ceará. “O Projeto São José III tem importância significativa para o processo de dinamização econômica de agricultores e agricultoras rurais no Estado do Ceará, poderá configurar-se em uma estratégia de grande impacto positivo na melhoria de qualidade de vidas destas pessoas, no seu empoderamento, através do fortalecimento de seus sistemas produtivos e comerciais. Entretanto dado a sua dimensão e suas expectativas, requererá grande amadurecimento e esforço, tanto por parte destas associações com da própria SDA e do Projeto São José III, de modos a possibilitar a agilidade na execução e o desenvolvimento de sistemáticas de monitoramento e avaliação constantes, pois somente assim logrará êxito e impactará verdadeiramente na melhoria de vida destas famílias”, reitera Arruda.

As primeiras ações já estão iniciando com a mobilização, caracterização e elaboração de planos de trabalho em cada grupo. Em breve serão realizadas ações de assessoria e capacitação.

Autor: Da redação com Ascom/Foto; ascom