Educação Especial: pais devem ficar atentos às datas de matrícula em Caucaia

63

Os estudantes da Educação Especial/Inclusiva da rede municipal de ensino têm os dias de hoje e amanhã, 14 e 15 de janeiro, para realizar suas matrículas nas unidades escolares que aderiram à greve dos professores em 2019 e, portanto, tiveram que estender o período de aulas para recuperar os dias letivos. O período de matrículas segue até o dia 31, confirme calendário disponível no portal da Prefeitura de Caucaia.

A dona de casa Janaína de Oliveira aproveitou para fazer a matrícula do seu filho Zaqueu, de 6 anos, no 1o ano do Ensino Fundamental. “Ele já estudava na Educação Infantil e agora vai para o Fundamental, vim logo garantir a vaga e ele já queria vir hoje mesmo pra aula”, conta sorrindo.

Segundo Janaína, o filho, que é autista, tem melhorado muito sua relação com as outras crianças depois que passou a estudar na escola Antônio Braga da Rocha. “Ele antes não gostava de brincar com outras crianças, agora já consegue se soltar mais”, afirma.

“As maiores conquistas começam na escola. É muito importante que a comunidade escolar esteja envolvida na nossa campanha de matrícula, pois estudar é um direito das crianças e adolescentes que fará toda a diferença no seu desenvolvimento no presente e no futuro”, afirma a Diretora de Planejamento da Secretaria de Educação, Célia Coelho.

Para a matrícula, os alunos veteranos precisam procurar a secretaria da escola munidos da seguinte documentação: duas fotos 3×4 recentes, número do cartão do BPC (para quem é beneficiário), NIS do aluno, cartão de vacinação, cartão do SUS, atestado de saúde e, para os alunos com deficiência e transtornos psicológicos e/ou comportamentais, diagnóstico médico.

Já os alunos novatos devem apresentar registro de nascimento, duas fotos 3×4 recentes, comprovante de residência, Número de Identificação Social (NIS) do aluno, cartão de vacinação, transferência ou declaração escolar (alunos do Ensino Fundamental), número do cartão do BPC (somente para quem é beneficiário), cartão do SUS, atestado de saúde do aluno e, para estudantes com deficiência e transtornos psicológicos e/ou comportamentais, diagnóstico médico.

No caso da documentação estar incompleta, como a não apresentação da certidão de nascimento da criança no ato da matrícula, a Prefeitura irá garantir a vaga do aluno, conforme preconiza a legislação, mas fixará prazo para o documento ser entregue por pais e responsáveis.

Autor: Da redação com ascom/fotos: ascom