Dois novos Nucas começam a funcionar em Caucaia

141

Caucaia ganhou nesta sexta-feira (24/5) o sétimo Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (Nucas). O lançamento do Nuca Quilombola aconteceu na Serra da Rajada, na Escola de Ensino Infantil e Ensino Fundamental (EEIEF) Yara Guerra Silva, no povoado quilombola da região.

O Nuca é formado por 16 membros, divididos igualitariamente em gênero, que irão tratar dois importantes pontos para a conquista do Selo Unicef: a questão da identidade da sua comunidade, para que continue viva e propagada ao longo do tempo, e o enfrentamento ao racismo, que é um dos desafios dos núcleos para Caucaia ganhar o Selo Unicef. A certificação é concedida somente a prefeituras que reduzem desigualdades e garantem direitos de crianças e adolescentes.

Na última quarta-feira (22), o Nuca Indígena também foi lançado, na escola Aba Tapeba, localizada nos territórios indígenas do Capuan. Com a apresentação oficial dos dois novos Nucas, já está agendado um novo processo de formação dos componentes de todos os sete órgãos. As capacitações acontecerão em junho.

Depois de capacitados, os membros estarão aptos à promoção de práticas de enfrentamento ao racismo. Serão realizadas ações como blitze, caminhadas, abordagens nas escolas, rodas de conversas etc.

Caucaia concentra 30% da população indígena do Ceará. Cerca de 12 mil índios (Tapeba e Anacés) vivem no município, que também tem a maior quantidade de comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares no estado. São 11 localidades com indivíduos remanescentes de quilombos e descendentes de escravizados negros.

DEBATES
Foi realizada nessa quinta-feira (23/5) no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) do campus Caucaia, a primeira roda de debates sobre a Lei do Aprendiz e sobre assédio sexual no ambiente corporativo.

O evento contou a participação de mais de 100 jovens e adolescentes, representantes das turmas do programa Jovem Aprendiz e dos Núcleos de Cidadania dos Adolescentes.

A roda de conversa foi comandada pela juíza de Direito Tássia Fernanda de Siqueira, do coach Rodynele Mota, e pelo diretor da Secretaria Municipal de Emprego e Empreendedorismo (Setem) e gerente do Sine Municipal, Alexandre Fonseca.

Autor; Da redação com Ascom/Foto: ascom