Diálogo permanente: Instituto Cigano do Brasil se reúne com SEDUC e entrega demandas

203

Na manhã nesta sexta-feira (15/03), uma comitiva do Instituto Cigano do Brasil-ICB, se reuniu com o Secretário Executivo de Cooperação com os Municípios da SEDUC, para discutir melhorias a serem implementadas na educação para o povo Cigano do Ceará e ainda a formação.

Pensar a educação nas comunidades Ciganas requer, além-conhecimento sobre a organização social, um vasto conhecimento sobre as culturas e tradições desse povo, bem como toda história de negação de um povo que se releva por violento preconceito e exclusão. Tornando assim um grande desafio e complexidade. Assim, não é possível falarmos em qualidade em um sistema educacional permeado de iniquidades.

Na ocasião as Ciganas Gleicivania Rodrigues, Rita Ferreira e Maiara Aline, falaram dos preconceitos e discriminação que sofreram nas escolas, “Queremos respeito, não somos bandidos, somos seres humanos e merecemos respeito” disseram.

O presidente do Instituto Cigano do Brasil, o cigano Rogério Ribeiro, destacou que o governador Camilo Santana promove uma política de diálogo constante, “Foi uma reunião direta e objetiva, em que o secretário demonstrou a sua boa vontade em se aproximar e interagir com o povo cigano, além de analisar as nossas demandas e algumas encaminhou de imediato. Isso, sem dúvida, é bastante produtivo e animador” pontuou o presidente que ainda destacou, “Queremos o povo cigano nas salas de aulas” concluiu.

Para tornar isso realidade, queremos a criação de um núcleo de educação cigana. Este núcleo deve ser todo planejado com participação efetiva de ciganos, com apoio da SEDUC, incluindo sobretudo os jovens, pois somente um cigano é capaz de revelar tão bem a realidade de seu povo.

O chefe dos ciganos do bairro Barroso de Fortaleza, o Cigano Joaquim, destacou a importância da reunião, “O nosso povo cigano, a maioria não tem muito estudo e precisa das oportunidades. O instituto Cigano do Brasil nasceu para ajuda os calens, isso é muito importante” relatou.

 

A secretária do ICB, Renata Célia, destacou a importância do dialogo entre o ICB e a SEDUC, “Entregamos as demandas do Povo Cigano para a SEDUC. Foi também um momento em que ficou claro que o governo do estado vem avançando numa gestão democrática e participativa, capaz de dialogar com todos os segmentos”, enfatizou.

Após ouvir atentamente a comitiva do ICB, o Secretário Marcio Brito, agradeceu a presença de todos os presentes, enfatizou a importância do momento e pontuou que a educação é prioridade do governo do estado. “O governador Camilo Santana demonstra, desde o início de sua gestão, que tem compromisso com a educação aos cuidar das escolas, valorizar os educadores, dialogar com a comunidade escola” disse Brito, que acrescentou, “Vamos encaminhar as demandas do Instituto para os responsáveis pelas áreas citadas, porém tem algumas que depende do legislativo. A SEDUC está à disposição para a parceria com ICB, conforme as demandas apresentadas” destacou o secretário.

No fim da reunião, foi combinada uma agenda permanente entre o ICB e a SEDUC que vai ajudar no diálogo para buscar soluções, à medida que as demandas forem surgindo.

Autor/Fotos: ASCOM/ICB.