Deputada Cida Ramos participa de instalação de Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e Diversidade

112

A deputada estadual Cida Ramos (PSB) participou, nesta segunda-feira (3/11), da instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e Diversidade da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Presidida pela deputada Estela Bezerra (PSB), a Frente tem o objetivo de promover o debate em defesa da democracia e da diversidade diante do atual contexto social e político do país, além de fortalecer os mecanismos de apoio social.

Para Cida Ramos, a Frente em Defesa da Democracia e Diversidade na Assembleia terá papel de fortalecimento e aprimoramento da democracia, além de papel de resistência à retirada de direitos. “Nossa Constituição e nossos valores democráticos vêm sendo frequentemente desrespeitados pelo Governo Federal. A Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e Diversidade surge num momento onde precisamos reafirmar nossa luta pela liberdade, educação, direitos sociais, trabalhistas, moradia e saúde. Enquanto deputada eleita pelo povo, reafirmo meu mandato pela conquista e manutenção de direitos”, ressaltou.

A parlamentar ainda ressaltou que a Frente Parlamentar é suprapartidária, de alerta e chamamento à todas as pessoas que defendem o Estado Democrático de Direito. “Estou muito preocupada com as ameaças à sociedade democrática. Os trabalhadores, as mulheres, os negros, os LGBTS e as pessoas com deficiência não aguentam mais sofrer. Neste espaço, fazemos a defesa da democracia e diversidade contra um Governo raivoso, alimentado pelo ódio e pelo desmonte do Estado Democrático de Direito. A defesa da democracia é a defesa pelas nossas vidas. Só através dela poderemos avançar para uma sociedade justa, emancipada, igualitária e solidária. Essa Frente Parlamentar representa um grito de guerra onde bradamos contra o retrocesso. Nossa luta está apenas começando, ela está se fortalecendo e vai ganhar as ruas da Paraíba e de todo Brasil”, enfatizou.

A deputada Estela Bezerra justificou a instalação da Frente como como uma necessidade de garantir o Estado Democrático de Direito. “Nesse clima de ataque constante à democracia, é imperativo garantir e defender direitos e não permitir que os movimentos sociais sejam criminalizados”, afirmou.

O evento contou com a presença do deputado Chió (REDE), da vereadora Sandra Marrocos (PSB), do secretário da Agricultura Familiar, Luiz Couto, da secretária executiva da Juventude, Priscilla Gomes, além de representantes de movimentos sociais, como a Central Única dos Trabalhadores – CUT; Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Associação dos Docentes da UFPB – ADUFPB; Frente Brasil Popular; Levante Popular; representantes de movimentos de mulheres, movimento negro, LGBT, e pela diversidade religiosa.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom