Curso trabalhador no cultivo da produção de mandioca é realizado em Porto Alegre do Tocantins

80

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), finalizou nesse final de semana o curso trabalhador no cultivo de produção de mandioca, em Porto alegre, para 20 alunos da região. O treinamento foi uma parceria com o Sindicato rural de Almas e prefeitura de Porto Alegre do Tocantins.

O curso é constituído de dois módulos: um teórico e outro prático, sendo as aulas teóricas no CRAS da cidade, e as práticas numa propriedade rural situada no Município. A programação contempla desde o preparo do solo à colheita da raiz, coleta de amostragem de solos e identificação de pragas e doenças, seleção de ramas para plantio, produção de mudas. E, ainda, noções sobre formação de preços, custos de produção e o comportamento do mercado.

A mandioca apresenta uma série de vantagens em relação a outros cultivos, tais como: fácil propagação, elevada tolerância a longas estiagens, rendimentos satisfatórios mesmo em solos de baixa fertilidade, pouca exigência em insumos modernos, potencial resistência ou tolerância a pragas e doenças, além de outras vantagens.

A Presidente do sindicato Rural de Almas, Sandra Carneiro, ficou satisfeita com o curso e falou sobre os benefícios “O objetivo deste treinamento é qualificar produtores e trabalhadores aqui da região para a implantação e comercialização de lavouras de mandioca”.

Segundo o instrutor Dirsomar Viana “A mandioca é um importante item agrícola de nossa região, e é de fundamental importância ela em nossa grade de cursos”, observa, animado com o resultado do curso.

 

Autor: Da redação Ascom FAET SENAR /Foto: Divulgação