Conselho Municipal de Cultura define metas para 2018 em Caucaia

136

A manhã desta quinta-feira (1º/2) foi de muita discussão na área cultural de Caucaia. Isso porque o Conselho Municipal de Cultura definiu, em reunião realizada no auditório central do Grêmio de Recreio e Estudos do município, as metas do colegiado para 2018.

Foram debatidas propostas ao Regimento Interno, eleição do conselho gestor, importância da função do Conselho e sensibilização da participação e mobilização dos conselheiros.

Todas as ações e atividades culturais da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura (Setur) terão que passar primeiro pelo parecer dos conselheiros. Segundo o assessor técnico da Setur e secretário-executivo do Conselho, professor Eugênio Oliveira, isso fará com que as ações tenham projeção ainda maior. “Isso engrandece as tarefas que serão executadas na Cultura”, explica.

Uma proposta de calendário cultural do município será apresentada ao secretário Municipal de Turismo e Cultura, coronel Paulo Guerra, e ao prefeito Naumi Amorim. “A principal proposta do calendário é unir fazedores e sabedores da cultura, tanto tradicional como contemporânea, para participar e apresentar aquilo que tem de mais belo que é fazer a cultura com a presença da identidade caucaiense”, aponta Eugênio Oliveira.

“Acho que Caucaia é um dos poucos municípios do Brasil que tem uma representatividade muito forte na cultura popular tradicional”, afirma o professor. “Temos aqui uma miscigenação racial pontual demonstrada por duas etnias indígenas, comunidades quilombolas e ciganas. Temos uma mistura de raças que faz e torna Caucaia uma grande referencia na cultura tradicional”, relata Eugênio Oliveira.

Autor; Da redação com Ascom/Foto: Divulgação.