Conselho aprova Medicina e Biomedicina da UERR

307

uerrO Conselho Universitário (Conuni), da Universidade Estadual de Roraima, aprovou a criação dos cursos de Medicina e Biomedicina na Instituição. Nos próximos 60 dias, após a conclusão do Projeto Político Pedagógico (PPP) e cumpridos alguns rituais acadêmicos, o Conselho definirá o número de vagas e a data do vestibular.

O governador Chico Rodrigues, disse hoje (11), por meio da Secretaria de Comunicação, que enviará uma mensagem à Assembleia Legislativa para que seja aprovada a criação de cotas que beneficiem alunos do interior do Estado e da rede pública de ensino. O Executivo pretende que 40% das vagas sejam para quem cursou o ensino médio no interior e outros 40% para estudantes de Boa Vista.

“O objetivo do governo é fazer com que os alunos do curso de Medicina permaneçam no Estado, levando um melhor atendimento para todas as comunidades, tanto da capital quanto do interior. Daí a importância da Assembleia aprovar o sistema de cotas”, disse a Secom.

Na última sexta-feira (5), o governador garantiu, durante a solenidade de entrega do parecer favorável à criação dos cursos, que iria dar todas as condições necessárias para que a UERR pudesse implantar os cursos de Medicina e Biomedicina. Chico anunciou que o prédio, que está sendo construído na Zona Oeste de Boa Vista, poderá abrigar outros cursos da Instituição como Biologia, Educação Física e Enfermagem, que são área da Saúde.

Segundo o professor Evandro Ghedin, que presidiu a comissão de viabilidade dos cursos, os próximos passos são a aprovação do PPP, análise da infraestrutura do prédio (Zona Oeste) e o incremento orçamentário e financeiro para gestão e contratação de pessoal.

“Além da infraestrutura que o governo do Estado está preparando, nós vamos fazer concurso público para a contratação de professores, técnicos administrativos e pessoal de apoio pedagógico, como também criar cargos de coordenação para os dois cursos”, disse Ghedin.