Concurso em Caucaia escolherá melhores trabalhos sobre o Aedes; inscrições estão na reta final.

262

A Secretaria Municipal de Educação (SME) recebe até a próxima terça-feira (25/6) os trabalhos dos alunos do primeiro ao quarto anos do Ensino Fundamental regularmente matriculados na rede municipal de ensino que desejem participar do concurso de produção textual com o tema “Aedes Aegypti e você, uma relação perigosa!”. Serão selecionados os 12 melhores trabalhos com premiação de medalha e tablet tanto para o aluno quanto para o professor, sendo 24 premiações ao todo.

Alunos do primeiro e segundo anos do Ensino Fundamental participam com a categoria cartaz. Já os alunos do terceiro e quarto anos deverão inscrever-se com histórias em quadrinhos. Serão selecionados os seis melhores trabalhos de cada categoria, sendo um para cada região de Caucaia (Praia, Sede, Garrote, Jurema, BR-222 e BR-020). Cada escola poderá inscrever dois textos por categoria.

A comissão julgadora avaliará os trabalhos tendo como base os critérios de adequação ao tema (zero a três pontos); adequação ao gênero (zero a três pontos), originalidade (zero a dois pontos) e gramática e ortografia (zero a dois pontos). Serão desclassificados os trabalhos que fugirem ao tema, estiverem inadequados ao gênero proposto, desrespeitarem direitos humanos ou forem considerados plágio.

Para a categoria “Cartaz”, o trabalho deve ser entregue em papel tamanho A3 ou cartolina branca, e para a categoria “História em Quadrinhos” o trabalho deve estar em papel A4 também na cor branca. O resultado deverá ser divulgado no portal da Prefeitura de Caucaia e os participantes (alunos e professores) cederão direitos de imagem para a divulgação do trabalho desenvolvido.

“A Secretaria de Educação vem realizando desde o início do ano letivo um importante trabalho de conscientização junto aos alunos sobre os cuidados e a prevenção contra as arboviroses [dengue, zika e chikungunya]. Esse concurso vem coroar esse esforço, reconhecendo o empenho da comunidade escolar no trato desse importante tema”, afirma a secretária municipal de Educação, professora Camila Bezerra.

 Autor: Da redação com ascom/Foto: divulgação