Começam obras de recuperação da Estrada Velha do Icaraí

256

O prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD) assinou nesta terça-feira (23/7), juntamente com o secretário de relações institucionais da Casa Civil, Nelson Martins, a Ordem de Serviço para recuperação da CE-531, popularmente conhecida como Estrada Velha do Icaraí. A solenidade aconteceu no gabinete do gestor e reuniu representantes do Governo do Estado, da Câmara de Vereadores e todo o secretariado municipal.

A via é uma das principais ligações do Centro de Caucaia com o litoral. As obras iniciam imediatamente e, segundo a Superintendência de Obras Públicas (SOP) do Governo do Estado, responsável pelo Programa Emergencial de Recuperação de Rodovias, serão concluídas em 30 dias corridos.

 

“Essa obra é um presente pra Caucaia. O povo cobra do prefeito e a gente, graças a Deus, tem uma parceria com o Governo do Estado que permite essa obra acontecer. Sem diálogo, a gente consegue muito pouco; às vezes, até nada”, ponderou Naumi.

Primeira-dama do município, a deputada estadual Erika Amorim comemorou o anúncio das obras. Ela teve aprovado na Assembleia Legislativa requerimento no qual solicita a recuperação da Estrada Velha do Icaraí. “É uma demanda antiga. A situação da rodovia é bem crítica e a gente pediu urgência porque via o sofrimento da população. A autorização dessa obra mostra a força da parceria entre a Prefeitura e o Governo”, afirmou.

Representando o governador Camilo Santana, Nelson Martins enalteceu a envergadura do Programa. Estão sendo investidos R$ 220 milhões na recuperação de 1.713 quilômetros de vias, benefício direto para 86 municípios cearenses.

Serão investidos R$ 766 mil em 4,2 quilômetros da Estrada Velha do Icaraí. “Estrada é importante pra tudo: fortalece o turismo, é fundamental pro comércio, facilita o transporte de pessoas enfermas, melhora a vida do estudante… Todo mundo sai ganhando. E esse investimento é de um montante muito significativo. Talvez só São Paulo possa, num momento como esse, investir tanto em estrada”, disse Nelson Martins.

Autor: Da redação com ascom/Foto:ascom