Ciganas e comunidade de Catuana concluíram curso de panificação.

138

As alunas foram bastante receptivas e demonstraram muito interesse com uma assiduidade excelente durante o curso

O curso foi parceria entre a Associação de preservação da Cultura Cigana do Estado do Ceará- (ASPRECCE) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/CE), através da Cooperativa de Trabalho para Prestação de Serviços e Assistência Técnica LTDA/ COCEPAT. Durante uma semana, 18 alunos, do Distrito de Catuana de Caucaia aprenderam a fabricar diferentes tipos de pães, pizzas, nhoques, além de outras delícias encontradas em padarias e restaurantes. Sendo dois ciganos, quatro ciganas, dois alunos e dez alunas da comunidade.

Para o presidente da ASPRECCE, o cigano calon, Rogério Ribeiro, através dos cursos se aumenta a probabilidade de obtenção de trabalho e de geração ou elevação de renda, reduzindo os níveis de desemprego e subemprego; “O curso de panificação entre ciganos e a comunidade, vem de encontro com os nossos pensamentos, calons (cigano) e jurens (não cigano) possam conviver em harmonia e respeitando um ao outro” destacou Ribeiro.

. A instrutora do curso de panificação, Valdiana Meneses, ministrou 32 horas/aula aos alunos, intercalando teoria e prática. O curso de Panificação Caseira aconteceu entre os dias 7 a 10 de maio, nos turnos manhã e tarde na sede provisória da ASPRECCE.

Segundo Valdina Meneses, os participantes estão habilitados a exercer a atividade ou abrir seu próprio negócio e é uma grande oportunidade para entrar no mercado de trabalho, cada vez mais competitivo.

A aluna Regiane Pereira da Costa, que é uma das dez mulheres que não é cigana, “Amei o curso, pois tive a oportunidade de participar isso foi bem significativo como experiência”, ressaltou.

De acordo com a cigana Janiele lucino, “O curso foi excelente, eu já tinha uma noção, porém com o curso apendemos os detalhes” disse Janiele

A cigana Marta Serafim, afirma que adorou fazer o curso de panificação. “Foi realmente muito bom, a instrutora é excelente e tivemos a oportunidade de aprender muito sobre panificação. Gostei de todo o curso e agora pretendo dar início a uma nova atividade profissional produzindo algumas das receitas que aprendi para vender”, revela a cigana.

Os ciganos Claudio Gomes e Edson Rodrigues participaram ativamente das aulas e inclusive prometem abrir uma mini padaria no Distrito de Catuana.

Produtos de panificação

Bolo formigueiro, Bolo arco-iris, Bolo mesclado, Bolo mole, Pão caseiro, Pão de queijo, Pão de coco, Pão trança, Sequilhos, Pizza, Biscoitos, Pão recheado, Bolo amanteigado, Pães modelados e Pão doce.

Durante o curso de panificação, o aluno aprende a elaborar produtos de panificação, realizar preparo de massas, coberturas, recheios de acordo com normas técnicas, de segurança, higiene e saúde no trabalho e preservação ambiental, além discorrer sobre empreendedorismo, planejamento de produção na panificação e tecnologia no processo da panificação.

Autor/Fotos: ASPRECCE/ASCOM