Caucaia mantém-se na elite do turismo cearense em mapa do Governo Federal

98

O novo mapa do turismo brasileiro divulgado pelo Governo Federal traz uma excelente notícia para Caucaia. O município manteve o status de “Categoria B” no segmento, o que significa uma ótima avaliação de índices estruturais e de serviços oferecidos ao turista.

Ao lado de Caucaia, figuram na “Categoria B”: Aquiraz, Aracati, Beberibe, Canindé, Jijoca de Jericoacoara, Juazeiro do Norte e Sobral. Somente Fortaleza é considerada “Categoria A”, o topo da classificação, em todo o Estado. Os demais 175 municípios dividem-se nas categorias C, D e E.

Segundo o Ministério do Turismo, apenas 23% dos 3.285 municípios brasileiros estudados ficam nas três primeiras categorias, sendo o status A e B os únicos que recebem visitantes de fora do Brasil. “Ter essa classificação significa acesso mais fácil a recursos federais para infraestrutura e eventos. O Governo Federal dá prioridade a quem tem categoria melhor”, explica o titular da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura (Setur), Paulo Guerra.

O mapeamento do Ministério avaliou a qualidade de produtos e serviços prestados ao turista, os equipamentos da cidade, a capacidade hoteleira, a rede gastronômica entre outros quesitos. A equipe do Governo Federal passou dois dias em Caucaia fazendo análises.

Paulo Guerra lembra do enorme potencial turístico do Cumbuco que projeta o município internacionalmente. A praia é conhecida pelos bons ventos para a prática de kitsurfe e sedia diversas competições do gênero. Além disso, Caucaia conta com mais de 100 hotéis e pousadas que somam cerca de cinco mil leitos.

“Estamos colhendo frutos de um grande esforço de ordenamento jurídico, planos municipais de turismo e cultura, participação em fóruns etc. Receberemos ainda este ano uma etapa mundial de kitesurfe e nas próximas semanas vamos sediar um evento de triathlon. Tudo isso nos projeta”, frisa Paulo Guerra.

MULTIMÍDIA

O MAPA PODE SER ACESSADO EM

http://www.turismo.gov.br/images/15_09_17_RelatorioMapaDoTurismo.pdf

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Divulgação