CAUCAIA E FORTALEZA PLANEJAM AÇÕES DE CONTROLE DAS ARBOVIROSES NAS ÁREAS LIMÍTROFES.

154

Com o grande contingente populacional, sendo estimado hoje em 14.000 pessoas residentes na linha de cinturão que se apresenta com uma elevada infestação pelo mosquito aedes aegypti nos 10 bairros, considerados limítrofes.

Entre os problemas o saneamento ambiental se destaca em especial a área de domínio do METROFOR, com vários pontos de lixo e muitos criadouros potenciais para o vetor, ao longo de sua extensão que corta os bairros limítrofes.

A Operação Fronteiras chega a sua 15° edição tendo como objetivo integrar as ações de controle focal/mobilização social/ limpeza urbana articulado com as Secretarias Executivas III/ V e a Secretaria de Saúde de Caucaia.

PLANEJAMENTO:

A operação está prevista a acontecer no período de 18 a 22 de junho com a participação dos ACE/ ACS/Educadores em Saúde/Supervisores de endemias/ Conselheiros locais/ Escolas da região contando com o apoio logístico dos departamentos de preservação e conservação pública dos municipios. Ressaltamos a parceria com o Governo do Estado, por meio do METROFOR.

BAIRROS LIMÍTROFES:

Caucaia:
Marechal Rondon ;
Jurema;
Parque Potra I;
Parque Guadalajara;
Parque Albano;
Velho São Miguel;

Fortaleza:
Conjunto Ceará;
Genibaú ;
Grande Lisboa;
Antônio Bezerra;

Fonte: Departamento de Vigilância em Saúde/Secretaria de Saúde de Caucaia.