Caucaia destaque: Projeto de escola da Iparana é destaque em prêmio nacional de professores

224

A rede pública municipal de ensino de Caucaia foi destaque no XI Prêmio Professores do Brasil, ocorrido no fim de 2018, com o projeto “Brincando de Reciclar”, desenvolvido na Escola Isaías Barbosa Lima Nedi, localizada em Iparana. A premiação é uma iniciativa do Ministério da Educação e busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula, dando visibilidade a experiências pedagógicas passíveis de adoção por outros professores e sistemas de ensino.

Desenvolvido pela professora Rejane Forte com alunos da Educação Infantil, o projeto surgiu a partir da observação das crianças sobre o lixo deixado por banhistas, tendo em vista que a escola fica na região do litoral. “No primeiro momento, fizemos com as crianças uma maquete de uma praia limpa e uma de praia suja. Depois foram apresentadas as cores dos baldes de lixo da coleta seletiva, utilizando materiais para ilustrar cada cor. E ao final foi realizada a coleta de materiais recicláveis da praia para a confecção de brinquedos que foram expostos, com a intenção de levar essa preocupação com o meio ambiente aos adultos”, revela Rejane.

Além de conversas sobre preservação do meio ambiente e da confecção das maquetes e dos brinquedos com os objetos recicláveis, as crianças produziram murais, ouviram e cantaram músicas sobre o tema e elaboraram trabalhos de desenho, pintura e recorte e colagem.

Para a secretária municipal de Educação, pedagoga Camila Bezerra, “é muito importante que as crianças desde pequenas sejam estimuladas a pensar criticamente e entenderem que podem ser agentes de transformação social.”

SAIBA MAIS
O Prêmio Professores do Brasil foi instituído em 2005 pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica. Ao longo das sucessivas edições foram premiadas experiências bem sucedidas, criativas e inovadoras desenvolvidas por professores da educação básica pública.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom