Caucaia controla arboviroses e registra dez vezes menos casos de dengue e chikungunya

49

Estão sob controle os casos de arboviroses em Caucaia. Expedido nessa segunda-feira (1º/10), o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirma a tendência de extrema queda na quantidade de pacientes com dengue e febre chikungunya. Ambas as doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Conforme o documento, Caucaia registrou até a semana 35 deste ano um total de 259 ocorrências de dengue e 214 de chikungunya. Foram ao todo, portanto, 473 casos confirmados. No mesmo período do ano passado, o município teve 4.727 catalogações.

Trata-se de uma redução de 90%. Em números brutos, Caucaia tem este ano dez vezes menos doentes do que em relação a 2017. A cidade registrou ainda dez casos de zika em 2018. E não há casos de febre amarela, outra arbovirose transmitida pelo Aedes aegypti.

Treze localidades caucaienses não registraram casos de dengue este ano. São elas: Barra Nova, Boqueirão, Camurupim, Cauípe, Cipó, Japuara, Marechal Rondon, Palmirim, Pitombeira, Porteiras, Tabuleiro Grande, Várzea do Meio e Vila Goes.

Já no tocante à chikungunya, as localidades sem registro de casos são: Barra do Cauípe, Boa Vista, Bom Jesus, Cachoeiras dos Paulinos, Camará, Carrapicho, Feijão de Baixo, Jardim do Amor, Lagoa, Lagoa do Banana, Lagoa do Barro, Lagoa do Pabussu, Mestre Antônio, Novo São Miguel, Pacheco, Picuí, Planalto Cauípe, Residencial Patrícia Gomes, Rodovia Estruturante, Tucunduba e Vicente Arruda.

Autor: Da redação com Ascom/Foto> Ascom