Cargos do Itamaraty serão ocupados por diplomatas de carreira

259

Informação foi passada por Ernesto Araújo, que comandará a pasta.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que os cargos comissionados e funções de chefia da pasta só serão ocupados por integrantes da carreira diplomática. A afirmação se refere à medida provisória (MP) que define a reestruturação do Poder Executivo a partir da nova configuração do governo.

“Queria dizer que nós não precisamos e não vamos abrir cargos do Itamaraty para pessoas de fora da carreira, além dos casos que já existem”, disse Araújo durante cerimônia de transmissão de cargo no Itamaraty ontem (2).

Segundo o chanceler, apenas foi flexibilizado o sistema de nomeação para cargos por funcionários de carreira.

“O presidente Bolsonaro confia inteiramente na capacidade dessa Casa e dessa carreira de implementar a sua política. Nós simplesmente tomamos uma medida de flexibilizar a ocupação de cargos do Itamaraty por funcionários da carreira em determinados níveis hierárquicos, justamente para arejar os fluxos da carreira, inclusive estimular nossos colegas a ocuparem esses cargos.”

Anteriormente, Araújo havia dado a mesma informação em postagem na sua conta oficial no Twitter.

Atualmente, os cargos comissionados da estrutura do ministério são ocupados por servidores de carreira, exceto nas nomeações de embaixadores do Brasil no exterior e do próprio cargo de chanceler.

Autor: Da redação com Pedro Rafael Vilela – Repórteres da Agência Brasil/ Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil