Avança projeto de criação da unidade de conservação da Serra da Rajada

78

O Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac) sediou nesta segunda-feira (17/9) mais uma reunião de discussão dos próximos passos para a criação da Unidade de Conservação da Serra da Rajada, na localidade da Tucunduba.

Conforme o presidente do Imac, Hugo Pontes, os estudos para se chegar a unidade de conservação que melhor se a adequa à região está avançando. “Os nossos técnicos, em conjunto com a ONG Aquasis, que executa o relatório, estão entrando em consenso com os resultados colhidos in loco.”

Foi comprovado que algumas espécies nativas de animais que sobrevivem na área da Rajada e estão em processo de extinção ainda mantêm vida na serra. Para a gerente do Núcleo de Educação Ambiental do Imac, Márcia Ximenes, as comunidades da Tucunduba estão sendo mobilizadas no intuito de contribuírem para a proteção da área. “Estão sendo realizados estudos de todas as áreas para saber qual área de proteção se adapta melhor: um Parque Natural Municipal ou uma APA [Área de Proteção Ambiental].”

Pesquisas da fauna e da flora acontecem paralelamente, assim como a sensibilização e explicação do que será a unidade de conservação para comunidade. “O trabalho em conjunto é para ver qual a melhor unidade de conservação para que não prejudique as atividades já existentes na área”, acrescenta Márcia Ximenes.

A previsão é de que até 27 de outubro deste ano seja divulgada qual área de proteção será criada na Serra da Rajada.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Ascom