Asprecce se reúne com secretária de desenvolvimento social de Caucaia

154

Com o intuito de garantir acesso as políticas públicas da assistenciasocial, para a população cigana de Caucaia, representantes da Associação de Preservação da Cultura Cigana do Estado do Ceará (ASPRECCE), se reuniram, na manhã desta terça-feira (10/07), com a Secretária de Desenvolvimento Social (SDS), Danielle Alexandre e a diretora do SUAS, Rosana Brasil.

Na oportunidade foi entregue algumas demandas especificas do povo cigano do município de Caucaia, onde existem cerca de 23 famílias, sendo 20 delas fixando moradia há mais de 10 anos no Distrito da Catuana, território do CRAS Capuan, em Caucaia.

A reunião fortalece os laços entre a secretaria e os ciganos de Caucaia, esclarecendo dos serviços ofertados pela SDS e sobre a importância da criação do cadastro único assistidos pela prefeitura.

Para Danielle Alexandre, a reunião é um momento de alinhamento e aprimoramento das políticas públicas de assistência social para a população cigana de Caucaia, “Diante dos relatos e das demandas que recebemos da asprecce vamos poder ter uma atuação mais atualizada, a esse povo que necessita do nosso apoio” disse à secretária que garantiu uma ação pontual no Distrito de Catuana.

O presidente da Asprecce, o cigano calon, Rogério Ribeiro, fez um breve relato das ações que a associação vem realizando em Caucaia e no estado, e entregou as demandas, onde enfatizou o trabalho, a inclusão social e garantias de direitos da população cigana cearense, “O encontro foi muito gratificante e estratégias estão sendo organizadas para atingirmos o objetivo proposto” destacou o cigano.

Para a vice-presidente da Asprecce, a calin, Maira Aline Nunes, “É muito importante essa aproximação entre a secretaria e os ciganos, com isso seremos inseridos nas políticas públicas do município” disse a calin.

A cigana Maria Iranir Lucino, saiu contente e confiante da reunião, “Acho que agora teremos vez” lembrou a calin Iranir.

Algumas demandas

Garantir a participação de grupos ciganos no controle social da política de assistência social com possibilidade de acento em conselhos municipais; bem como participação em Pré-Conferências Municipal de Assistência Social, na zona rural e urbana;

Garantia do acesso da população cigana aos serviços de assistência social de Caucaia, nos programas, projetos, serviços e benefícios socioassistenciais, visando maior participação e controle social;

Criação de atividades locais, haja vista a dificuldade (financeiras, territoriais, etc.) de alguns ciganos e demais comunidade em acessar a casa da família;

Promover e garantir a participação do povo cigano em reuniões e ou encontros com gestores, trabalhadores do SUAS, conselheiros de direitos, lideranças comunitárias para tratar sobre a gestão participativa e o controle social;

Produzir material informativo/educativo e vídeo institucional sobre os serviços, programas, projetos, controle social e canais de participação social, além de realizar ampla divulgação na comunidade cigana, haja vista a pouca alfabetização de muitos adultos.

Autor/Fotos: Ascom Asprecce