Anvisa suspende remédio Aluminax com odor alterado

259

81248O produto Ideal Shampoo para limpeza, fabricado por empresa desconhecida, também foi suspenso

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição, comércio e uso, em todo o país, de todos os lotes do medicamento Alumimax (Hidróxido de Alumínio) 60 mg/ml, suspensão oral. O fabricante, Natulab Laboratório, comunicou o recolhimento voluntário do medicamento após não identificar as causas do odor alterado do medicamento citado.

Também foi suspenso a distribuição, comercialização e uso dos lotes DEHR 006 e DEHR 007 do cosmético Loção Oleosa – Ácidos Graxos Essencias (Age) com Vitamina A – E, Deriva- Rivka. Os lotes, fabricados pela empresa Hadassah Cosméticos Ltda, apresentaram resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto, onde se constatou cores diferentes das normais.

O produto Ideal Shampoo para limpeza, fabricado por empresa desconhecida, também foi suspenso. A medida foi determinada porque o produto era fabricado e comercializado sem possuir registro na Anvisa.

A agência também suspendeu todas as publicidades que atribuam propriedades terapêuticas ao alimento de marca Pontencil Masculino. O produto, distribuído pela empresa Brascom Home Telemarketing, estava sendo divulgado irregularmente, por meio de internet, com alegações que contrariam o registro na Anvisa.

Além disso, a agência interditou cautelarmente — pelo prazo de 90 dias — o lote AR 877 do medicamento Carbamazepina 200mg, fabricado por Sanval Comércio e Indústria. A medida é por causa do resultado insatisfatório obtido no ensaio de dissolução do comprimido.