Adolescentes confessam que estrangularam mãe e duas filhas antes de queimar casa em Capela de Santana

159

Dois jovens de 17 anos foram apreendidos pela polícia e contaram que queriam roubar os pertences da residência. Eles não tinham antecedentes, mas de acordo com o delegado Rodrigo Zucco ambos eram usuários de drogas.

ois adolescentes de 17 anos foram apreendidos no fim da manhã desta segunda-feira (9) em Capela de Santana, na Região Metropolitana de Porto Alegre, por suspeita de triplo latrocínio. De acordo com o delegado Rodrigo Zucco, eles foram presos e confessaram que estrangularam mãe e duas filhas e depois queimaram a casa onde elas moravam, na tentativa de apagar as provas do crime.

“Primeiro eles mataram a mulher estrangulada, depois as crianças. Posteriormente foram comprar gasolina em um posto e incendiaram a casa”, detalha Zucco.

As vítimas foram identificadas como Rosilei Hanauer, de 33 anos, e as filhas Sabrina, de 11 anos, e Ana Vitória, de 1 ano e sete meses. A casa onde elas estavam fica na Rua Valeriano Alfredo Colin, no bairro Divisa.

O crime aconteceu por volta da 1h desta segunda, mas os corpos foram encontrados apenas de manhã, horas após o Corpo de Bombeiros da cidade de Portão ter controlado as chamas.

Em depoimento à Polícia Civil, os dois adolescentes disseram que tinham a intenção de roubar os pertences da casa para comprar drogas. Contudo, nenhum pertence foi levado pela dupla, que disse ter se “assustado”.

Eles foram encontrados por que o carro usado na ação, um Fox prata, foi visto por vizinhos. O veículo pertencia a um dos suspeitos. Segundo o delegado, ambos estavam sob efeito de drogas quando foram apreendidos.

A polícia ainda investiga a possibilidade de outras pessoas estarem envolvidas no crime, e também de um dos suspeitos ter interesse em ficar com a casa que era do ex-companheiro de Rosilei.

Autor: Da redação com G1 RS/ Foto: André R. Herzer/Jornal Ibiá